terça-feira, 14 de junho de 2016

Conheça melhor o Molho Bechamel

Você conhece a história do Molho Bechamel?

Este molho é indispensável na Lasanha - o prato predileto do Garfield - e utilizado em outros inúmeros pratos que pedem molho branco. Bom, primeiro vamos a história e depois vou apresentar a receita. 

Diz a lenda que tal alquimia foi idealizada pelo marquês Louis de Béchameil (1630-1703), um financista francês, especialista em agricultura e assessor do rei Louis XIV. Na verdade, na Itália, o molho já existia desde o século XIV, uma especialidade da região de Cesena, nas imediações do mar Adriático sob o nome de Balsamella.

O marques, efetivamente, apenas utilizou a coisa antiga numa receita de frango. Provavelmente motivado pela coincidência incrível das nomenclaturas, assumiu o molho como seu.


Existem outras diversas versões no que respeita à origem do molho Bechamel: a versão italiana remonta o molho ao século XIV, com o nome de Balsamella

O Bechamel teria entrado na França, no século XVI, pela mão dos chefes italianos de Catarina de Médicis, quando do casamento desta com o rei Henrique II. Outra versão atribui a paternidade do molho ao duque Philippe De Mornay (1549-1623), governador de Saumur.

RECEITA

INGREDIENTES

2 colher (sopa) manteiga
1 colheres (sopa) trigo
3 xícaras (chá) leite
1 colher (café) sal
1  colher (café) noz-moscada

MODO DE PREPARO

Derreta a manteiga. Adicione o trigo e torre sem escurecer. Junte o leite e mexendo adicione o sal. Polvilhe noz-moscada. Sirva.  

Hoje gostaria de indicar um produto de minha autoria. Trata-se da "Apostila Vinhos". 

Se você leu o livro “À Procura da Felicidade” de Paulo Carvalho, deve saber que quando o Chef teve seu insight e sua visão de futuro, vendo-se trabalhando com gastronomia até o resto de sua vida, descobrindo, portanto, seu talento, deu início a pesquisas sobre o tema e criou uma série de “Apostilas” que foram seus primeiros estudos sobre gastronomia.  

Pois bem! Este E-Book é uma destas apostilas, a qual fala sobre “Vinhos”. Claro que o estudo dos vinhos não é uma tarefa de um chef de cozinha, mas sim de um somelier, mas o Chef decidiu que deveria aprender sobre o assunto para melhor harmonizar seus pratos com os vinhos durante as refeições.   

Nesta Apostila você vai encontrar:   

História do vinho; 
Como servir o vinho; 
O champanhe; 
Como escolher o vinho; 
Efeitos do vinho; 
Garrafas e rolhas; 
A fabricação do vinho; 
Tipos de uvas utilizadas na fabricação dos vinhos; 
Práticas para degustação de vinhos; 
Vocabulário das sensações gustativas.   

Com certeza trata-se de um material que vai lhe ajudar muito a aprender mais sobre vinhos, possibilitando que possa degustar os vinhos de acordo com regras específicas, bem como aprenderá a harmonizar pratos com diferentes tipos de vinhos.  

Esta série de E-Books é composta pelas demais apostilas:

Coquetéis; 
Churrascos; 
Receitas e Histórico de Pratos Clássicos Internacionais; 
Queijos; 
Bacalhau; 
Ervas Aromáticas e Especiarias; 
Molhos; 
Técnicas Gastronômicas; 
Química de Alimentos; 
Cardápio para Eventos; 
Propriedades dos Alimentos I; e 
Propriedades dos Alimentos II, dando um total de treze apostilas.   


As apostilas contêm o teor original de quando foram criadas pelo Chef, incluindo a capa, que apresenta o logotipo que teria seu primeiro restaurante, mas que não foi utilizado, pois decidiu mais tarde pelo nome “Dupaolo”, como você pode ver, conforme texto retirado de seu livro, o qual afirma que: “Neste mesmo instante, já defini o nome do restaurante – Chardonié – nome associado a uma uva bastante conhecida no mundo inteiro. Elaborei também, na mesma hora, o logotipo que teria o meu restaurante no futuro. Coloquei este logotipo na capa da apostila “Receitas e histórico de pratos clássicos internacionais”, a qual foi minha primeira pesquisa na área gastronômica”.   

Seja para você que deseja aprender a degustar vinhos em casa com seus amigos, ou para você que deseja se profissionalizar nesta área, este E-Book será um ótimo aliado para seu aperfeiçoamento!   

Bons Estudos!



Um comentário: