terça-feira, 18 de outubro de 2016

Receita de Bloody Mary


Vermelho, como a cor do pecado. Instigante, a origem do clássico Bloody Mary não poderia ser outra senão a glamourosa e romântica Paris dos anos 20. 

O autor desta elegante mistura de cor púrpura, feita com vodca, suco de tomate, suco de limão e alguns temperos foi o norte-americano Peter Petiot, que comandava o balcão do Harry's New York Bar, que até hoje funciona no número 5 da Rue Doneau. 

Com a beberagem, Petiot atendeu a pedidos de compatriotas que visitavam a França e pretendiam levar para a América, então submetida à Lei Seca, uma bebida cuja aparência e odor mascarasse o teor alcoólico e fosse, ao mesmo tempo, fácil de preparar. 

Batizada inicialmente com o nome nada sutil de Bucket of Blood (balde de sangue, em bom português), apenas em 1934, quando passou a ser preparada também nos Estados Unidos, a mistura recebeu o nome atual, mais precisamente no bar do Hotel St. Regis Sheraton, na esquina da Rua 55 com a 5ª Avenida, em NY. 

Seu nome, no entanto, provém da rainha Mary I, da Inglaterra, que, devido à implacável perseguição aos protestantes puritanos, no período da restauração do catolicismo apostólico romano, no século XVI, tornou-se conhecida pelo apelido de Bloody Mary, ou Mary, a sanguinária. Servido gelado, o drinque é um excelente aperitivo pré-dinner.

Ingredientes

1 dose de vodca
3 doses de suco de tomate
1 lance de suco de limão
sal e pimenta-do-reino
tabasco e molho inglês
4 cubos de gelo

Preparo

Coloque a vodca e os sucos em um copo grande, com quatro pedras de gelo. Mexa bem e tempere a gosto. Sirva em um copo baixo de boca larga, chamado old-fashioned, com duas pedras de gelo.


Se você leu o Livro "À procura da felicidade", deve saber que quando tive meu insight e minha visão de futuro, vendo-me trabalhando com gastronomia até o resto de minha vida, descobrindo, portanto, meu talento, dei início a pesquisas sobre o tema e criei uma série de “Apostilas” que foram meus primeiros estudos sobre gastronomia. 

Pois bem! Este E-Book é a "Apostila Coquetéis", a qual fala, obviamente, sobre “Coquetéis”. A apostila contêm o teor original de quando foi criada por mim em meu início de carreira, incluindo a capa, que apresenta o logotipo que teria meu primeiro restaurante, mas que não foi utilizado, pois decidi mais tarde pelo nome “Dupaolo”, como descrito em meu livro.

Nesta Apostila você vai encontrar: 

Histórico e utilidade dos coquetéis;
Tipos de coquetéis;
Equipamentos necessários para preparar coquetéis;
Bebidas que podem ser utilizadas para preparar coquetéis;
Calorias das bebidas;
Decoração para o preparo de coquetéis;
Tipos de copos;
Coquetéis clássicos mais famosos;
Receita e história dos principais coquetéis oficiais.

Seja para você que deseja aprender para degustar em casa com seus amigos, ou para você que deseja se profissionalizar nesta área, este E-Book será um ótimo aliado para seu aperfeiçoamento!


Esta série de Info-Produtos é composta pelas seguintes apostilas:

Propriedades dos Alimentos II, dando um total de treze apostilas.

Leia Também: 

Classificação dos coquetéis


Como um profissional se torna a alma do estabelecimento

Como descobrir seu talento

Gostou? Então deixe o seu


 Comentário abaixo :-)

Nenhum comentário:

Postar um comentário