quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Receita e História do Arroz Negro

INGREDIENTES

03 tabletes de caldo de peixe dissolvidos em 2 litros de água fervente
250g de lulas limpas (1 parte  cortada em anéis e 3 tentáculos inteiros)
03 cenouras (tamanho médio) raladas finamente
2 folhas de louro
1 galho de tomilho
1 galho de alecrim
250g de arroz
½ copo de vinho branco seco
1 copo de azeite de oliva
1 colher (café) de páprica doce
01 pimentão verde picado
02 colheres (sopa) de tinta de lula
¼ xícara de amêndoas torradas e picadas
3 dentes de alho (sem casca picados)
01 cebola (média) picada
01 colher (sopa) rasa de sal
01 colher (café) pimenta do reino
01 laranja (cortada em 04 partes) para decorar 

MODO DE PREPARO

Numa paellera esquente o azeite e coloque o alho e a cebola. Acrescente o arroz e refogue.
Quando começar a pegar uma cor, colocar a lula e a amêndoa, mais o louro, o tomilho e o alecrim.
Acrescentar o sal e a pimenta-do-reino e continuar refogando.
Adicionar o vinho branco seco e deixar evaporar.
Depois, colocar a tinta de lula, a páprica, o pimentão e a cenoura ralada.
Aos poucos, colocar o caldo de peixe, o suficiente para cobrir o arroz.
Deixar cozinhar e acrescentar o caldo de peixe até o arroz atingir o ponto al-dente.
Colocar um fio de azeite e cobrir a panela para deixar descansar por 5 minutos.

MONTAGEM

Empratar, cuidando para que apareça os tentáculos inteiros da lula e acrescentar um pedaço da laranja cortada para decorar. 

HISTÓRICO DO PRATO

Nada mais tradicional que comer um arroz negro em Barcelona. Na cidade, a iguaria pode ser facilmente encontrada em quase todos os restaurantes. De início, o aspecto do prato pode não ser dos melhores em virtude de sua cor escura, oriunda da tinta da lula, mas quem já experimentou a iguaria, não nega a excelência do sabor.

Esta receita faz parte de um Info-Produto de minha autoria. Trata-se da Apostila Receitas e Histórico de Pratos Clássicos Internacionais .   

Se você leu o livro “À Procura da Felicidade” do Chef Paulo Carvalho, deve saber que quando ele teve seu insight e sua visão de futuro, vendo-se trabalhando com gastronomia até o resto de sua vida, descobrindo, portanto, seu talento, deu início a pesquisas sobre o tema e criou uma série de “Apostilas” que foram seus primeiros estudos sobre gastronomia.

Pois bem! Este E-Book é uma destas apostilas, a qual fala sobre “Receitas e Histórico de Pratos Clássicos Internacionais”. Na opinião do Chef, um bom profissional da área gastronômica, precisa conhecer a história das preparações que executa, principalmente quando se trata de pratos clássicos, os quais já são bem conhecidos por muitas pessoas. 

As apostilas contêm o teor original de quando foram criadas pelo Chef, incluindo a capa, que apresenta o logotipo que teria seu primeiro restaurante, mas que não foi utilizado, pois decidiu mais tarde pelo nome “Dupaolo”, sendo que “Du” quer dizer “Do” em francês e “Paolo” é “Paulo” em italiano, conforme texto retirado de seu livro: “Neste mesmo instante, já defini o nome do restaurante – Chardonié – nome associado a uma uva bastante conhecida no mundo inteiro. Elaborei também, na mesma hora, o logotipo que teria o meu restaurante no futuro. Coloquei este logotipo na capa da apostila “Receitas e histórico de pratos clássicos internacionais”, a qual foi minha primeira pesquisa na área gastronômica”.

Nesta Apostila você vai encontrar as seguintes receitas com as respectivas histórias dos pratos:

Filé Chateaubriand;
Filé au Poivre;
Petit Gâteau;
Musse de Chocolate;
Suflê de Coco com Calda de Chocolate;
Tiramissu;
Filé à Parmegiana;
Nhoque;
Brachola;
Minestrone;
Zabaione;
Arroz Negro;
Paella Mista; e
Zarzuela.

Esta série de Info-Produtos é composta pelas seguintes apostilas:

Propriedades dos Alimentos II, 
Apostila Cardápio para Eventosdando um total de treze apostilas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário