quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Receita e História do Nhoque

INGREDIENTES

01 Kg de batata cozidas e amassadas
01 colher (sopa) de manteiga
02 ovos
04 colheres (sopa) farinha de trigo
½ colher (chá) sala


MOLHO
1 kg de tomates maduros sem pele e sem sementes
1 talo de salsão
2 latas de Salsaretti
1 colher de chá de açúcar
3 dentes de alho
1 cebola picada
Sal e pimenta a gosto
Azeite


DECORAÇÃO
4 colheres sopa cebolinha picada
Queijo mussarela ralado. 

MODO DE PREPARO NHOQUE

Junte tudo e amasse até ficar bem ligado. Passe farinha de trigo em uma tábua faça um rolo da grossura de um dedo e corte em pedacinhos. Leve ao fogo uma caçarola com água e sal. Logo que ferva, deite os nhoques e, quando subirem à tona, estão cozidos.

MODO DE PREPARO MOLHO

Bata no liquidificador o tomate, a cebola e o alho o suficiente para que não vire suco. É preciso que fiquem uns pedacinhos. Esquente numa panela o azeite e acrescente o molho batido. Deixe ferver durante 30 minutos. Junte o talo de Salsão e as duas latas de salsaretti. Ferva mais um pouco para apurar o molho junte o sal e a pimenta.

MONTAGEM

Coloque o nhoque no prato. Acrescente o molho e misture levemente. Salpique com cebolinha e queijo ralado e misture delicadamente.


HISTÓRICO DO PRATO


Colocar dinheiro debaixo do prato, fazer um pedido e degustar nhoque no dia 29. Os supersticiosos garantem que dá sorte. Segundo a lenda, em Roma, um mendigo – São Genaro - pediu comida em uma casa e os donos o convidaram para o almoço, onde serviram nhoques, única comida que tinham. O mendigo serviu-se e ao sair disse: buona fortuna! Ao tirar a mesa, sob cada prato encontraram uma moeda de ouro. Era dia 29. A massa é feita com batata, ovos, manteiga e coberta com molho de tomate. Uma delícia!

Esta receita faz parte de um Info-Produto de minha autoria. Trata-se da Apostila Receitas e Histórico de Pratos Clássicos Internacionais .   

Se você leu o livro “À Procura da Felicidade” do Chef Paulo Carvalho, deve saber que quando ele teve seu insight e sua visão de futuro, vendo-se trabalhando com gastronomia até o resto de sua vida, descobrindo, portanto, seu talento, deu início a pesquisas sobre o tema e criou uma série de “Apostilas” que foram seus primeiros estudos sobre gastronomia.

Pois bem! Este E-Book é uma destas apostilas, a qual fala sobre “Receitas e Histórico de Pratos Clássicos Internacionais”. Na opinião do Chef, um bom profissional da área gastronômica, precisa conhecer a história das preparações que executa, principalmente quando se trata de pratos clássicos, os quais já são bem conhecidos por muitas pessoas. 

As apostilas contêm o teor original de quando foram criadas pelo Chef, incluindo a capa, que apresenta o logotipo que teria seu primeiro restaurante, mas que não foi utilizado, pois decidiu mais tarde pelo nome “Dupaolo”, sendo que “Du” quer dizer “Do” em francês e “Paolo” é “Paulo” em italiano, conforme texto retirado de seu livro: “Neste mesmo instante, já defini o nome do restaurante – Chardonié – nome associado a uma uva bastante conhecida no mundo inteiro. Elaborei também, na mesma hora, o logotipo que teria o meu restaurante no futuro. Coloquei este logotipo na capa da apostila “Receitas e histórico de pratos clássicos internacionais”, a qual foi minha primeira pesquisa na área gastronômica”.

Nesta Apostila você vai encontrar as seguintes receitas com as respectivas histórias dos pratos:

Filé Chateaubriand;
Filé au Poivre;
Petit Gâteau;
Musse de Chocolate;
Suflê de Coco com Calda de Chocolate;
Tiramissu;
Filé à Parmegiana;
Nhoque;
Brachola;
Minestrone;
Zabaione;
Arroz Negro;
Paella Mista; e
Zarzuela.

Esta série de Info-Produtos é composta pelas seguintes apostilas:

Propriedades dos Alimentos II, 
Apostila Cardápio para Eventosdando um total de treze apostilas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário