quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Cozinha Chinesa - Uma das 10 cozinhas das quais estudei a História Gastronômica


Quando falamos em cozinha chinesa, logo nos lembramos dos hashis, os pausinhos com os quais muitos chineses se alimentam, uma vez que consideram a faca à mesa um ato bárbaro. 

Esta cozinha é extremamente variada e vai muito além do que conhecemos aqui no Ocidente. Ela reúne mais de nove mil pratos e cerca de vinte cozinhas regionais. Portanto, não se restringe apenas a preparação na wook, que é apenas uma das técnicas que se sobressai no Brasil, devido à grande imigração do povo cantonês, região a qual pertence a escola de cozinha Guangdong, a mais conhecida, que fica no sul do país, na qual os pratos são simples de preparar e se utiliza poucos temperos, evidenciando o sabor dos alimentos.

A wook é um utensílio chinês que consiste numa frigideira funda com cabo de madeira, a qual possibilita saltear os alimentos em altas temperaturas. 

As demais escolas de cozinha chinesa são a Sichuan, localizada no centro do país que é cercado por montanhas; Shandong, na zona norte, perto de Pequim, e Huaiyang, baseada nas regiões de Jiangsu e Zhejiang. 

A cozinha de Sichuan utiliza condimentos fortes e não dá ênfase ao sabor dos alimentos. Os temperos mais empregados são os pimentões negros, o alho, a Five Spices – mistura de anis, canela, cravo-da-índia, erva doce e pimenta – e a pimenta de Sichuan – pequena e vermelha, que sensibiliza as papilas gustativas, permitindo o desfrute de outros sabores. 

A escola de Shandong é predominante na região de Hopei. Nesta região está a cidade de Pequim – capital da China. A cozinha de Pequim tem como característica principal o esforço dos cozinheiros em satisfazer os desejos do imperador. Portanto, trata-se de uma cozinha rica e sofisticada, sendo o pato de Pequim o maior destaque. Em sua preparação, o pato é escaldado, temperado, besuntado com mel, pendurado e posto a secar por um dia antes de ser preparado. Depois é servido em três estágios. No primeiro servem-se os pedaços mais deliciosos e a pele crocante envolta em finas panquecas. Em seguida vem a carne cortada em 108 pedaços. O terceiro estágio é a sopa de pato, caldo saboroso e intenso que às vezes leva repolho picado e coentro. 

A escola de Huaiyang é a mais eclética do país. Nesta escola destaca-se a cidade de Shangai. Por ser a capital comercial do país e repleta de turistas e visitantes à negócios, é bastante influenciada pela gastronomia do ocidente, empregando poucos temperos e dando mais ênfase ao sabor dos alimentos. 

A gastronomia chinesa é muito antiga, sofreu influências religiosas e filosóficas. A principal filosofia que impera na gastronomia chinesa é do yin e yang. Yang: o princípio ativo, diurno, luminoso, quente; yin: o princípio passivo, noturno, escuro, frio.

Esta filosofia chinesa que expressa a dualidade, busca o equilíbrio, com a convicção de que para cada aspecto da vida, existem duas forças opostas, ou seja, o alto e o baixo, o grande e o pequeno, o forte e o fraco, entre outros. Devido a esta filosofia, a gastronomia chinesa combina sa­bores azedos e doces, molhos fortes com fundos neutros e alimentos crocantes por fora e macios por dentro, entre outras combinações.

Na China, em datas especiais, também são consumidos pratos, que em outras gastronomias são considerados exóticos, como cobras, cachorros, escorpiões e ratazanas, principalmente pelo povo da região costeira do sul, denominados caiçaras.

A Cozinha Chinesa é uma das 10 cozinhas das quais estudei sua História Gastronômica e faz parte do meu livro"À procura da felicidade".

A idéia de escrever um livro descrevendo minha trajetória em busca da felicidade e os passos que segui para atingir o sucesso profissional e financeiro não é recente. Ela vem desde quando iniciei outros projetos, nos quais achava que teria sucesso profissional e financeiro, contudo fracassei, ou, por outro lado, aprendi algo muito importante: para ter sucesso profissional e financeiro e ser feliz, em primeiro lugar, deve-se fazer aquilo que se gosta e não tentar buscar metas só porque dizem que você deve ter um objetivo na vida. Era o que ocorria com os meus projetos anteriores.


Mas como você pode descobrir o que gosta e aceitar que aquilo que você tem o faz feliz? Como você pode ter certeza se o que você está gostando neste momento não vai passar e você voltará a uma procura que parece não ter fim? De que forma reter o que você conquista sem medo de perder? Como surge o “insight”, onde você se torna capaz de entender seus problemas e finalmente encontrar uma solução, descobrindo o que deseja fazer pelo resto de sua vida? Afinal, existe realmente algo que as pessoas possam desejar fazer pelo resto de suas vidas, ou tudo depende do momento em que se vive? São questões como estas que procuro responder neste livro, descrevendo minha trajetória em busca da felicidade e os passos que segui rumo ao sucesso profissional e financeiro.

Você perceberá que minhas estratégias funcionaram para mim e poderá aplicá-las em sua vida, se sucesso profissional e financeiro e felicidade é o que você procura, porque convenhamos, existem pessoas que vivem sem objetivos na vida e aceitam que a felicidade é impossível de atingir. Apenas vivem o dia-a-dia sem se importar com estas questões. Contudo, quero enfatizar que não estou criticando estas pessoas, pois cada um tem o direito de fazer da vida o que bem entender.

Houve uma época em que pensei que viveria melhor assim – sem objetivos e vivendo sem realizações – pelo menos não sofreria frustrações. Ainda bem que só pensei. É que tinha um amigo que vivia assim e parecia contente, ao menos parecia.

Também existem pessoas que têm sonhos, mas não estão dispostas a transformá-los em objetivos. Sonhos são coisas que a pessoa deseja, mas não exigem uma busca contínua pelos mesmos. Por outro lado, objetivos tem prazos determinados para serem atingidos. Sonhos não envolvem comprometimento, sendo coisas que as pessoas desejam, mas não sabem se vão realizar. O fato de não saber se vão realizar pode as tornar infelizes. Quantas vezes você já ouviu alguém dizer “é o meu sonho”, mas permanecem estáticas. 

O tempo passa, e algum dia elas vão olhar para traz e pensar que já é tarde para correr atrás de seus sonhos e isso poderá lhes trazer tristeza e resignação. Algumas pessoas não transformam seus sonhos em objetivos, por que têm medo de pagar o preço, achando que será muito alto e não conseguirão atingir. Para atingir nossos objetivos, precisamos acreditar de verdade que temos o poder de conseguir a vida que desejamos e ser plenamente felizes.

Precisamos acreditar de verdade que somos donos de nosso destino. Algumas pessoas acreditam em destino e outras não, mas, se existe destino, precisamos acreditar que nosso destino é ser, ter e nos sentirmos exatamente como desejamos, nada menos que isso, pois merecemos o melhor em todos os aspectos da vida. Mostrarei neste livro que todos podem atingir o sucesso profissional e financeiro e ser feliz, pois cada um tem o seu jeito de chegar lá e a sua noção pessoal de felicidade e sucesso.

Já ouvi dizer que a felicidade é como uma cenoura pendurada por um fio e amarrada em nosso corpo e com algum esforço podemos dar uma mordidinha ora ou outra. Contudo, a cenoura continua, na maior parte do tempo, inacessível e nos fazendo correr atrás dela sem muito sucesso.

Na verdade, não há uma fórmula para a felicidade, pois cada um tem a sua maneira de reagir conforme as situações que surgem na vida, mas existem alguns princípios e conquistas que grande parte da humanidade almeja.

Podemos citar entre estas conquistas o fato de que a grande maioria das pessoas deseja ter uma casa própria, um carro e um bom emprego ou fonte de renda que lhe permita manter estes bens, bem como usufruir de segurança, educação e lazer.

Acredito que existe diversos tipos de sucesso que uma pessoa pode atingir e que a faz feliz, como o sucesso na família, nos relacionamentos, em seu bem-estar, mas, convém ressaltar, antes do início da leitura, que sempre que o leitor encontrar a palavra “sucesso” no decorrer deste livro, diz respeito ao sucesso profissional e financeiro.

Você pode adquirir meu livro clicando neste link: Livro "À procura da felicidade".

Você pode gostar também dos seguintes artigos: 


Como manter a paixão pelo que fazemos

Como as ervas aromáticas podem mudar o visual de seus pratos


Gostou? Então deixe o seu


 Comentário abaixo :-)

Nenhum comentário:

Postar um comentário